Os lençóis foram outrora paixão. Agora a janela do quarto está fechada e trancada e só o pequeno candeeiro dá luz, já fraca e a esmorecer. As paredes são agora pintadas de um frio claro, a parecer branco.
Estou descalça no quarto, no meio de quatro paredes, em frente à cama que testemunhara o amor que morreu.
Estou descalça e vazia. Não, vazia não. Aliás, toda eu sou saudade.

Terça-feira, 1 de Dezembro de 2009

Sem comentários:

Enviar um comentário