30 de setembro de 2010

Hoje sinto-me como não me sentia já há muito tempo. Só me apetece ficar só. Sem que ninguém interfira com os meus pensamentos, com os meus sentimentos. Hoje quero chorar. Como dantes fazia, para me sentir mais aliviada. Sinto-me perdida. Pressionada pelo mundo. Hoje, quero que o amanhã seja diferente.

23 de setembro de 2010

Os dias passam demasiadamente rápido. E nós deixamos que o tempo passe por entre as nossas mãos sem nos apercebermos. Quando damos por nós, olhamos para trás e percebemos que maior parte dos sonhos que sonhámos se foram perdendo. Eu não quero olhar para trás e ver o mesmo.

21 de setembro de 2010

Uma vez mais provaste aquilo que vales. Nada. Não importam as palavras, não importam os momentos, não importas mais. Não agora. Talvez um dia quando decidires mudar. Quando olhares para trás e compreenderes o amor que deixaste passar ao lado.