"Eu e tu" num só "nós" é já uma imagem passada. Não importa mais aquilo que senti, ou pelo menos, já não dou tanto valor ao ser que és. E porquê? Simplesmente aconteceu. Assim como aterraste no meu coração também levantaste voo e, na verdade, não me importei. Está bem, ao princípio sim, mas depois? Nem imaginas a falta que não me fazes. Nunca pensei viver sem ti, mas agora que o faço, sou bem mais feliz do que no passado.

Sem comentários:

Enviar um comentário