Tenho medo de te perder, mesmo sem nunca teres sido realmente meu. Não quero que vás, porque ires significa não regressares. Sei bem que não te posso prender realmente a mim, mas no pensamento permanecerás eterno. E isso assusta-me. Ficar presa de uma forma tão diferente, apaixonante e angustiante. Quase me sufoca só de pensar no vazio tão grande que vai ficar em mim, para sempre. Nunca mais poderei ser de alguém. Porque esse alguém está de partida. E eu assisto. Sem poder fazer mais nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário