Prometeste um regresso que não se deu. Ficaste longe e longe te mantiveste até agora. No fundo, eu sabia. Eu sabia que eram promessas em vão, aquelas que me fazias, enquanto pegavas na minha mão e me olhavas nos olhos. Sentia cada palavra com uma estranha essência, a adivinhar distância. Mas quis ter esperança e acreditar em algo que só eu pensava existir: amor entre nós.

9 comentários: