Estás cansado? Eu também. Mas não desistas. Não faças o que fiz um dia. É difícil voltares a seguir a estrada. Estão todos demasiados atarefados, empenhados em serem os melhores ou simplesmente empenhados em pisar os que dizem ser menores que eles, para te proporcionarem passagem. Se tiveres sorte, talvez consigas. Eu tive essa sorte e agradeço todos os dias por isso e, por isso, te peço para não cometeres o mesmo erro que cometi, pois não sabes que rumo terá a tua vida. Não sabes com quem te irás cruzar. Não sabes se o que o futuro te reserva é algo demasiadamente bom ou demasiadamente rude. Não sabes se terás força para voltar a reencontrar quem deixaste ir sem ti. Procura apoio em quem está hoje ao teu lado. Procura os verdadeiros companheiros, pois esses não te deixarão cair. Se os tiveres contigo, tal como eu tive, conseguirás chegar ao fim da tua jornada. Apenas junto dos verdadeiros terás alguém que fica para trás contigo, para depois te ajudar a levantar quando recuperares forças.
Talvez penses que tenho demasiada sorte. Talvez tenhas razão. Mas também tive de arranjar forças que não tinha. E para isso não precisei de sorte. Apenas coragem e muita vontade de vencer.

6 comentários: