Não há nada pior do que saber que estamos no sítio errado, com as pessoas erradas, com as esperanças erradas. Não há nada pior do que querer que o tempo pare nele próprio ou que passe tão rápido que não dê sequer para saber o que se passou. Somos caixas tão pequenas e guardamos tanta coisa cá dentro. Às vezes penso que vou explodir, às vezes só quero que seja isso a acontecer. Mas, enquanto a caixa não encher, nada irá sair. Nada será pior do que conter.

4 comentários:

  1. isto está tão perfeito, Ana. até me tremeu o coração.

    ResponderEliminar
  2. pensei que era de um livro. oh, vou já visitar, então. valerá a pena, de certeza.

    ResponderEliminar
  3. Ah, deu-se-me uma ponta de histeria quando percebi que conhecia isto muito, muito bem xD

    ResponderEliminar