terça-feira, fevereiro 07, 2012

Não sou mais do que as cinzas do nosso amor. Não sou mais do que a recordação de uma chama intensa que se apagou na tempestade.

Também poderás gostar

2 comentários

Mais lidos

Facebook

Seguidores

Subscribe