São mil e um momentos passados eternizados nestes pedaços de papel. Cada imagem vale mil e uma palavras, mil e um lugares, mil e um sorrisos. Faz-me bem acordar e olhar todos os dias para nós e para onde já estivemos e fomos felizes. De tanto recordar cada momento, sinto que foi ontem que estivemos na feira popular e que tirei a fotografia mais linda da cidade no topo da roda gigante. Sinto que foi ontem que passaste a mão na pequena fonte enquanto os raios de sol incidiam sobre a água. E quando todos tirámos aquela foto à beira-mar? Às vezes, sinto raiva por não poder reviver os melhores momentos, mais do que uma vez.

5 comentários:

  1. "Às vezes, sinto raiva por não poder reviver os melhores momentos, mais do que uma vez." Bem verdade. Adorei!

    ResponderEliminar
  2. está um texto cheio de saudade, mas de uma saudade tão radiante. adoro.

    ResponderEliminar
  3. já te estou a seguir, ana, e não deixo de gostar do que tu escreves nem por um bocadinho.

    ResponderEliminar