segunda-feira, março 12, 2012

Ninguém me conhece verdadeiramente. Desconhecem a quem a minha alma pertence, não sabem o que o meu coração sente. Se soubessem, talvez tudo seria mais fácil. Mas, por agora, não vale a pena revelar segredos tão profundos. Provavelmente e, muito certamente, nunca valerá.

Também poderás gostar

2 comentários

Mais lidos

Facebook

Seguidores

Subscribe