8 de março de 2012

Será que um dia eu vou poder-te abraçar? Agora que tudo mudou, eu vivo sem ter razão. Tu és uma ilusão. [...] Sentir-te sem te poder tocar.

Sem comentários:

Enviar um comentário