26 de abril de 2012

Todos os dias, um pouco mais de ti fica preso em mim. Eu gosto de ti e deste amor que vai crescendo em nós, pela simplicidade dos nossos laços. Pelas palavras simples e os simples gestos, que transmitem tudo o que preciso sentir. Nem todos são capazes de amar assim. Eu mesma não julgava ser tão possível.

3 comentários:

  1. é por julgarmos impossível o talvez-possível que torna, no fundo, a situação tão encantadora :)

    ResponderEliminar
  2. O amor faz-nos sempre pensar de outra forma, não é verdade?

    ResponderEliminar