segunda-feira, julho 23, 2012

É um lugar encantado, entre o mundo e a solidão. Onde se espreitam estrelas e a vida cabe nas mãos.  Sento-me em frente ao mar, olho para longe do fim. Perdem-se barcos na espuma, não sei se é dentro de mim. E fico um pouco mais. Gosto que anoiteça aqui. Só neste lugar tudo faz sentido, mesmo sem ti. É uma praia onde a noite me faz lembrar quem eu sou, sem ouvir o que me pedem, sem importar o que dou. Antes de todas as mágoas havia o mesmo luar. Só eu cumpri a promessa de cá voltar. E fico um pouco mais. Gosto que anoiteça aqui. Só neste lugar tudo faz sentido, mesmo sem ti.

Também poderás gostar

2 comentários

Mais lidos

Facebook

Seguidores

Subscribe