Não há nenhuma razão, não há nenhuma rima. Isto é claro como cristal: eu ouço a tua voz e toda a escuridão desaparece. Toda vez que olho nos teus olhos, fazes com que te ame. (...) Eu amo-te, verdadeiramente. Dentro e fora de mim. Fazes com que te ame, mesmo com os teus obstáculos. E eu amo-te, verdadeiramente. Eu pertenço-te, tu pertences-me. Sempre. Desejo-te. Eu desejo-te e achei que deverias saber que eu acredito. És o vento que me faz voar. Eu pertenço-te, tu pertences-me.

Eros Ramazzotti & Anastacia - I Belong To You

2 comentários: