1 de novembro de 2012

Passado tanto tempo, parece que quase tudo ficou na mesma. Mas, depois daquela noite, em que morri um pouco por dentro e em que uma nova parte de mim nasceu novamente, tudo ficou mais claro. O tempo passou e as noites voltaram a ser frias. O tempo passa, mas o dia não deixa de passar por aqui. É que, por momentos, ainda sonho os sonhos antigos, mas os novos estão a formar-se. E amanhã, quem sabe não irá ficar tudo um pouco mais livre. Eu... mais livre de ti. 

8 comentários:

  1. ás vezes precisamos mesmo de ficar livres.
    http://pontasdeternura.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Em qualquer lugar, até na paragem do autocarro ;)

    ResponderEliminar
  3. Amanha é uma oportunidade para uma nova escolha, uma escolha melhor (: *

    ResponderEliminar
  4. A liberdade dá-nos felicidade.
    http://pontasdeternura.blogspot.pt/

    ResponderEliminar