2 de dezembro de 2012

Dou tempo ao tempo e espero que ele me traga os sonhos em atraso. Que me traga a esperança perdida, a felicidade escondida e o amor esquecido. Aprendi a esperar. E assim vivo os meus dias.
O imprevisto acontece e alguém te encontra. E te reencontra. Te reinventa. Te reencanta. Te recomeça.