7 de fevereiro de 2015

Família

Daqui para a frente, o caminho é incerto. O tempo não é eterno e eu dava tudo para que fosse. Não sei, não imagino e não quero sentir a perda de alguém. Esse é e sempre será o meu maior medo. Perder aqueles que amo. Perder e perceber que uma parte de mim já não existe e é apenas uma memória. E sim, todos dizem que é o ciclo da vida e isto e aquilo. Foda-se o ciclo da vida. Eu quero essas pessoas comigo para sempre! As pessoas que me viram nascer e dar os primeiros passos. Aquelas que passaram noites sem dormir sempre que adoeci. As pessoas que me deram um ombro amigo para chorar e milhões de motivos para sorrir. Aquelas que cuidaram de mim, sem pedir nada em troca. As pessoas a que chamo família, com todo o orgulho. Aquela família perfeita, à nossa maneira. 
Como é que é suposto seguir em frente sem esse apoio? O que fazemos quando nos tiram isso?
Como é que dizemos adeus a quem não queremos perder?

Sem comentários:

Enviar um comentário