9 de julho de 2015

O tempo passou e a dor transformou-se em memória.

Sem comentários:

Enviar um comentário