20 de julho de 2015

Prioridades


Quando dei por mim já não estavas aqui. Já não havia mensagens por ler na caixa de entrada ou telefonemas na madrugada. O tempo passou e ao que parece as prioridades são outras. Deixámos de parte a cumplicidade para dar lugar ao vazio. As conversas de carro foram trocadas pelo silêncio da noite. Quando dei por mim, senti que já não te conhecia.
Ou talvez tenha sido eu a partir sem aviso. Eu sei o quão insistente eu posso ser e quando me dedico a algo fico próxima da obsessão. Talvez tenham sido as minhas próprias prioridades que nos afastaram; que me afastaram de tudo. Simplesmente, não me integrava em lugar algum, nem com ninguém. Nem mesmo contigo. Especialmente contigo.

5 comentários:

  1. E como te sentes em relação a isso...?

    ResponderEliminar
  2. Se for algo que queres não desistas disso :)

    ResponderEliminar
  3. e esse vazio como é que o preenches?

    ResponderEliminar
  4. Fiquei um pouco triste a ler este texto porque identifiquei-me bastante

    ResponderEliminar