férias

Férias 2015 | Dia 2

Acho que este foi o dia em que fiquei mesmo encantada com o norte do meu país! Ficámos uma noite na Lapa dos Dinheiros e no dia seguinte, antes de voltarmos a partir, fomos visitar mais um dos miradouros da zona. Depois, fizemo-nos à estrada e antes da chegada ao Gerês, parámos em Guimarães para descansar um pouco e tirar umas fotos.
Mas foi quando cheguei ao Gerês que decidi que tinha encontrado o meu sítio preferido em Portugal! Fomos directamente para o apartamento que tínhamos alugado em Vilar de Veiga para tirar toda a bagagem do carro e voltámos ao centro para passear junto ao rio. Nunca pensei que aquele lugar fosse tão bonito!
E não me vou alongar mais, as fotografias falarão por mim!

Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
férias

Férias 2015 | Dia 1

Passei estes últimos dias a visitar o norte de Portugal e digo-vos que fiquei encantada! Há muito tempo que queria fazer uma viagem assim e, finalmente, convenci os meus pais de que seria muito mais produtivo do que ir torrar ao sol para o Algarve. Sendo assim, lá fomos nós.
No primeiro dia, arrancámos de casa por volta das nove da manhã rumo à Lapa dos Dinheiros onde alugámos uma casita a um amigo do meu pai. Passeamos um pouco pela Serra da Estrela e visitámos Seia e Manteigas. Consegui tirar fotos mesmo lindas, apesar de não terem grande qualidade. Pelo menos, ficam as memórias. Espero que gostem!

Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
Férias 2015
amor

Queria uma eternidade contigo


Como assim já passaram seis meses sem te ver? Seis meses sem ouvir a tua voz? Como é que existo sem ti há seis meses? O tempo passa a correr, mas parece que foi ontem que falei contigo pela última vez.
- Adeus Vó. Vê lá se descansas!
Lembro-me tão bem das últimas palavras que te disse. Lembro-me tão bem dos últimos dias que passei contigo. A mulher forte já tinha perdido contra a doença, mas lá no fundo sei que ainda eras cheia de vida. Vida essa que te escapou das mãos. Não foi culpa tua. Não foi culpa de ninguém. Foi simplesmente a vida.
O nó na garganta já se formou. Ainda não consigo falar de ti sem querer ir a correr para tua casa para te abraçar. Ainda choro de cabeça enterrada na almofada para ninguém ouvir quando penso que vou passar o resto da minha vida sem olhar para ti uma vez mais.
As lágrimas já percorrem o meu rosto. Desculpa não te ter ido visitar ao hospital. Achei que não iria suportar ver-te em sofrimento. Na verdade, acreditei ingenuamente que ainda havia tempo para te ver sorrir. Esse tempo não chegou. Apenas te levou para longe.
Tu sabes que eu nunca aceitei nada que não visse com os meus próprios olhos, sempre fui “ver para crer”, mas quando partiste senti uma necessidade enorme de acreditar que algo maior existe. Precisei e preciso de acreditar que, onde quer que estejas, te encontras bem e protegida, da mesma forma que sempre me protegeste e como eu pensei poder proteger-te nos nossos últimos dias.
Se fizermos bem as contas, sabias que foste a pessoa com quem eu passei mais tempo nos meus vinte e dois anos de vida? Souberam a pouco, agora que penso nisso. Queria uma eternidade contigo.
Foi quando te perdi que entendi que nunca me iria sentir plenamente feliz. Totalmente completa. Uma parte de mim morreu contigo.
Todos os dias me lembro de ti. Umas vezes porque alguém fala de ti, outras porque sinto a tua falta para sempre.
Seis meses e ainda tenho a minha vida pela frente. Ainda tenho tantas coisas para te contar. Um dia destes, agarrei no telemóvel e pensei ligar-te. É estúpido, eu sei, mas queria tanto ouvir a tua voz.
Seis meses e fazes-me falta. Fazes falta a todos nós. Gostava que a Inês e o Pedro pudessem ter vivido tantos momentos quantos os que eu vivi contigo. Gostava que a mãe pudesse ter com quem falar sobre as promoções da semana nos supermercados. Gostava que o tio pudesse ter ido almoçar contigo mais vezes ao domingo. Gostava que o avô não se sentisse perdido. Queríamos uma eternidade contigo.
Seis meses e eu não vejo a hora de te voltar a encontrar.

Amo-te Gorda ❤️

A tua nina
desafio

TAG || Viciados em Música

Fui desafiada pela Izabella Cordeiro do blog Desenhando pelo caminho para responder à TAG: Viciados em Música. Já a conhecia de outros blogues que sigo e queria muito fazer este post!
Sou louca por música, confesso. Oiço qualquer estilo, desde o pop ao metal passando pelo fado e música clássica. No fundo, a música diz muito sobre o meu estado de espírito.
Vamos lá começar!

UMA MÚSICA ROMÂNTICA

Mr. Probz - Nothing Really Matters
É a melodia, é a letra, é tudo! Das músicas mais bonitas que ouvi na minha vida!

"I know what it feels like
Swimming through the stars when I see her
And I don't need air because I breathe her"



UMA MÚSICA QUE TE DEFINE

Kodaline - High Hopes
Porque sim!

"It's time to let it go, go out and start again
But it's not that easy"



UMA MÚSICA QUE NÃO SAI DA TUA CABEÇA

Filipe Gonçalves - Dança Joana
É para mexer o pezinho! Oiço algumas vezes no rádio e a letra da música fica facilmente na nossa cabeça!

"Dança Joana
Dança, Joana
Quando danças tens o mundo aos teus pés"



UMA MÚSICA QUE OUVES E CHORAS

Sam Smith - Lay Me Down
Oiço e lembro-me da minha avó. Sinto tanto a falta dela!

"I'm reaching out to you
Can you hear my call?
This hurt that I've been through
I'm missing you, missing you like crazy"



A TUA MÚSICA FAVORITA DE MOMENTO

Walk The Moon - Shut Up and Dance
Tem passado muitas vezes na rádio e é impossível resistir ao ritmo e à letra super fofa!

"Oh, don't you dare look back
Just keep your eyes on me
I said you're holding back
She said, "Shut up and dance with me!"
This woman is my destiny
She said, oh, oh, oh
"Shut up and dance with me""



UMA MÚSICA QUE NÃO CONSEGUES GOSTAR

David Guetta - Dangerous ft Sam Martin
Tenho aversão ao David Guetta! Isso basta para não gostar da música.



CITA UMA PARTE DA TUA MÚSICA FAVORITA

Pink Floyd - Wish You Were Here
Esta música só me faz lembrar o meu papito e o quanto eu sinto a falta dele quando ele está em Angola a trabalhar. Mas também é tão mais do que isso. Nunca ouvi uma música mais linda! E quem não gostar não merece os ouvidos que tem!

"How I wish
How I wish you were here
We're just two lost souls
Swimming in a fish bowl
Year after year
Running over the same old ground
What have we found?
The same old fears
Wish you were here"



A TUA MÚSICA BRASILEIRA FAVORITA

Caetano Veloso - Sozinho
Confesso que não oiço muita música brasileira, por isso não tive de pensar muito para responder a esta questão. Que letra poderosa!



ABRE O SPOTIFY EM MODO ALEATÓRIO E DIZ QUAL É A 5ª MÚSICA

Ed Sheeran - Thinking Out Loud
Alterei um pouco o título desta questão visto que o Spotify é a única aplicação que uso para ouvir música. E não poderia ter calhado melhor! Quem não sonha com um Ed Sheeran só para si?!?



NOMEIA 5 BLOGS PARA RESPONDER À TAG

Vou fazer um pouco de batota e nomear apenas a minha irmã, Inês, autora do blog Red Lips. Mas espero que mais gente participe e, claro, deixem aqui nos comentários o link do vosso post!

Espero que tenham gostado! ❤️
amor

O meu momento é agora!


Todos temos um momento na nossa vida em que tudo passa a fazer sentido. Até as coisas mais absurdas. Todos temos um amor assim. Todos o merecemos.
Pouco passava das cinco da tarde e nós continuávamos à conversa, sem dar pelo tempo passar. Tudo à nossa volta reflectido na água calma do lago e nós sentados à sua beira. Há quanto tempo não fazíamos isto? Há quanto tempo não olhávamos tão intensamente um para o outro? 
Todos temos um momento na nossa vida em que duvidamos de tudo. Eu duvidei de ti e de nós. Eu não acreditei que o amor pudesse ser apenas feito de acções. Faltavam as palavras também. Há quem prefira exactamente o contrário, mas eu sempre quis mais. Nunca me contentei com metades. Não senti o prazer de um "Quero-te" enquanto me apertavas contra o teu corpo. Não provei o sabor de um "Amo-te" depois de um beijo na testa. E foi assim que seguimos caminhos diferentes.
Todos temos um momento na nossa vida em que nos arrependemos de algo. E o meu maior arrependimento foi achar que o amor fazia sentido. Agora entendo que o amor somos nós e que tu e eu somos feitos de factos e contradições. Achei que precisava de mais quando já te tinha por inteiro. E não poderia estar mais errada.
Todos temos um momento na nossa vida em que a loucura do amor muda tudo. O meu momento é agora!

****

Projecto: Escrita Criativa
Tema: Meu momento é agora!
favoritos

Os 7 textos que eu mais gostei de escrever

Para variar um pouco decidi fazer um post diferente. Inspirei-me no blogue Letras na Gaveta, da Mari, e reuni 7 dos textos que mais gostei de escrever ao longo destes anos. Foi uma escolha complicada e talvez até existam textos mais bonitos escritos por mim, mas estes foram os que mais me marcaram!


Sabes que é amor porque a saudade te sufoca e ao vê-lo o coração quase te salta fora do peito. Sabes que é amor porque percebes que darias qualquer coisa só para estar perto dele, só para voltar a tocar nele e cheirar o seu perfume. Sabes que é amor porque já todos se aperceberam de que ele não te é indiferente, menos ele.
Sabes que é amor porque o coração assim o quis e tu assim o sentes.

ELE É...
Ele é o sorriso tímido e os doces olhos verdes. Ele é a brisa fresca que me abraça quando preciso. Ele é a força nos dias em que a minha alma é fraca. Ele é o silêncio misterioso. Ele é o pôr-do-sol junto ao mar e a água que me beija o rosto ao mergulhar. Ele é a gargalhada possante. Ele é o melhor sentimento, o eterno. Ele é a saudade que bate à porta. Ele é a luta por algo melhor. Ele é o herói e o príncipe encantado. Ele é tudo para mim. Ele é o meu pai. Amo-te, Papito ♡

SAUDADE
Aposto no silêncio porque as palavras podem ser fatais. Num segundo, tudo o que foi já não é; tudo o que é nada chegará a ser.
Se ao menos tudo fosse fácil e eu tivesse mais vezes os pés assentes em terra firme. O teu sorriso nada me importaria, os teus olhos nada me diriam, a tua boca não me mentiria. Talvez eu tenha querido sempre demasiado. (continua...)

AMEI
O chão que piso, muitas vezes me foi retirado e senti que nunca mais voltaria a estar onde me encontrava. Chorei rios e jurei cumprir promessas que quebrei. Perdi todo o fôlego quando tentei emergir no meio da tempestade. Afoguei-me em mim e na minha dor. Mas renasci. Umas vezes mais forte do que outras, mas nunca mais fraca do que no princípio. (continua...)

CLICHÉS
Eu quero um amor a sério. Quem não quer, afinal? Daqueles que tiram o fôlego num só beijo. Daqueles que nos fazem sorrir até as bochechas doerem. Quero que a tua mão segure a minha enquanto tudo permanecer eterno. Que o amor seja tão grande que não caiba em nós. Quero sentir-me menina ao olhar para ti e mulher quando estou contigo. Quero noites de prazer e outras tantas de emoção. Passeios à beira-mar. Mantas, filmes e pipocas. (continua...)

UMA HISTÓRIA DE AMOR
Esta é a sua história. Dois corações que batem um pelo outro. Duas almas que se consomem mutuamente. Duas mentes que começaram por se conhecer. Dois corpos que, no fim, já se sabiam de cor.

SEGREDOS
Ela não precisava de muito para ser feliz. Bastava-lhe o conforto eterno de um abraço para sempre. Contudo, este insistia em não chegar. Ele não precisava de muito para ser feliz. Bastava-lhe a vontade eterna de um sorriso para sempre. Mas ela não retribuía. Eles precisavam-se e nem sabiam. Em segredo, ela ambicionava que os seus olhares se cruzassem para deixar escapar um sorriso de exigência, enquanto ele desejava com urgência envolvê-la nos seus braços. Em segredo, amaram-se, sem nunca se terem descoberto.

Podem carregar nos títulos dos textos e ler por completo os que têm continuação. Espero que tenham gostado! ❤️
amor

Segredos


Ela não precisava de muito para ser feliz. Bastava-lhe o conforto eterno de um abraço para sempre. Contudo, este insistia em não chegar.
Ele não precisava de muito para ser feliz. Bastava-lhe a vontade eterna de um sorriso para sempre. Mas ela não retribuía.

Eles precisavam-se e nem sabiam.

Em segredo, ela ambicionava que os seus olhares se cruzassem para deixar escapar um sorriso de exigência, enquanto ele desejava com urgência envolvê-la nos seus braços.

Em segredo, amaram-se, sem nunca se terem descoberto.

****

Tema do Projecto Palavra + Foto: Segredos.
Outras participações: Nina! || Blog da Chris || Desenhando pelo caminho
desafio

Liberta-te


Liberta-te. Seria assim que começaria uma carta para ti. E comecei. 
Liberta-te do passado sem nunca o soltares completamente. Lembra-te que as recordações são aquilo que és, mas não ditam aquilo que ainda vais viver.
Liberta-te dos amores perdidos e do coração partido. Chegará o dia de viveres um grande amor e não vais querer que ele te passe ao lado sem reparar no teu sorriso. Sim, porque o teu sorriso é a tua maior arma e devias mostrá-lo mais vezes.
Eu sei que este ano foi difícil e que muitas vezes a vontade de acordar pela manhã e levantar da cama não é forte, mas deves continuar. Sempre continuar. Pelo menos, tentando sempre.
Eu sei que a vida escapou por entre os dedos de uma das pessoas que mais amavas, mas porque eu sou tu também sei que ela não iria querer que te afundasses em tristeza. Ela iria querer que te tornasses numa mulher forte e determinada, assim como ela foi, até aquele cancro filho da puta a ter levado para longe de ti.
Liberta-te das pessoas que te querem menos bem. Liberta-te e abraça mais e beija mais e ama mais. Como se fosse o último e derradeiro dia da tua vida. Fá-lo por ti e não esperes que alguém te salve do abismo. És tu que decides se queres continuar com medo do desequilíbrio ou se, num rasgo de loucura, te atiras para o desconhecido e, quem sabe, vivas.
E porque eu sou tu, liberta-te e não desistas de tudo o que sonhaste um dia. São os sonhos que nos movem, que fazem com que tudo tenha sentido nesta vida. Porque sem eles não existem objectivos. Porque sem eles não vives, mas sobrevives. E para que serve a alma se não para experimentar a vida intensamente?

****

Projecto: Mais Que Palavras
Tema: uma carta para mim mesma
amor

Eu ainda te amo


"Cinquenta anos e eu ainda te amo como no primeiro dia.
Estavas à janela. O sol irradiava calor e as tuas faces coradas colidiram comigo quando viste que te observava. Não sei explicar o que senti, só sabia que serias a minha mulher para o resto das nossas vidas. Perguntei-te o nome.
– Maria – respondeste, envergonhada.
Maria do maior sorriso. Maria dos olhos de mel. Maria dos meus sonhos.
Lembro-me que sonhei contigo nessa noite. E nas noites seguintes. E só sabia querer voltar a ver-te.
Cinquenta anos e eu ainda te amo como no primeiro beijo.
Foi no nosso banco de jardim, junto ao rio. Sempre te quis beijar os lábios, mas tinha receio que me achasses demasiado incorrecto e ousado. Nunca imaginei que fosses tu, Maria dos caracóis cor de ébano, que me segurasses o rosto e levasses a tua boca para junto da minha.
Lembro-me que sonhei com o nosso beijo nessa noite. E nas noites seguintes. E só sabia querer voltar a beijar-te.
Cinquenta anos, amo-te e ainda não aprendi a viver sem ti.
Recordo de alma chorosa a última vez que ouvi a tua voz.
– Vai ficar tudo bem. – disseste tu para me tranquilizares.
E no segundo seguinte o teu coração já não batia. Deixaste-nos sozinhos. Eu, as nossas lembranças, os nossos filhos e os nossos netos, a nossa casa, a nossa vida. Senti uma dor profunda no peito. Não sabia o que fazer. Não sabia continuar sem ti.
Lembro-me que não dormi nessa noite. E nas noites seguintes. E só sabia querer voltar para o conforto do teu abraço.
Amo-te, minha Maria."

Pousou a carta e o ramo das suas flores favoritas na campa de Maria. E tentou continuar.

****

Tema do Projecto Palavra + Foto: Flores.
Outras participações: Te Conto Poesia || Quinze Fases || Enquadrando momentos || Desenhado pelo caminho || Tatiane C || Nina! || Entre Termos
amor

Vejo-te


Vejo-te chegar e nada mais existe no mundo para além de ti. És feito dos segredos que quero conhecer. A vida que quero viver. O amor que quero experimentar.
Vejo-te sorrir e, em segredo, vendo a minha alma para beijar os teus lábios. Bastaram apenas alguns segundos para o meu coração se voltar a render a cada pedaço teu. Não é justo. Não depois de todo este tempo longe de ti. Parece que sufoco. E é um sufoco tão doce. Imaginar-te em mim, uma vez mais. As tuas mãos na minha cintura. Os teus olhos fixos nos meus.
Mas vejo-te partir e sou eu que não existo mais.

Mais lidos

Facebook

Seguidores

Subscribe