Os 7 textos que eu mais gostei de escrever

quarta-feira, agosto 19, 2015

Para variar um pouco decidi fazer um post diferente. Inspirei-me no blogue Letras na Gaveta, da Mari, e reuni 7 dos textos que mais gostei de escrever ao longo destes anos. Foi uma escolha complicada e talvez até existam textos mais bonitos escritos por mim, mas estes foram os que mais me marcaram!


Sabes que é amor porque a saudade te sufoca e ao vê-lo o coração quase te salta fora do peito. Sabes que é amor porque percebes que darias qualquer coisa só para estar perto dele, só para voltar a tocar nele e cheirar o seu perfume. Sabes que é amor porque já todos se aperceberam de que ele não te é indiferente, menos ele.
Sabes que é amor porque o coração assim o quis e tu assim o sentes.

Ele é o sorriso tímido e os doces olhos verdes. Ele é a brisa fresca que me abraça quando preciso. Ele é a força nos dias em que a minha alma é fraca. Ele é o silêncio misterioso. Ele é o pôr-do-sol junto ao mar e a água que me beija o rosto ao mergulhar. Ele é a gargalhada possante. Ele é o melhor sentimento, o eterno. Ele é a saudade que bate à porta. Ele é a luta por algo melhor. Ele é o herói e o príncipe encantado. Ele é tudo para mim. Ele é o meu pai. Amo-te, Papito ♡

Aposto no silêncio porque as palavras podem ser fatais. Num segundo, tudo o que foi já não é; tudo o que é nada chegará a ser.
Se ao menos tudo fosse fácil e eu tivesse mais vezes os pés assentes em terra firme. O teu sorriso nada me importaria, os teus olhos nada me diriam, a tua boca não me mentiria. Talvez eu tenha querido sempre demasiado. (continua...)
O chão que piso, muitas vezes me foi retirado e senti que nunca mais voltaria a estar onde me encontrava. Chorei rios e jurei cumprir promessas que quebrei. Perdi todo o fôlego quando tentei emergir no meio da tempestade. Afoguei-me em mim e na minha dor. Mas renasci. Umas vezes mais forte do que outras, mas nunca mais fraca do que no princípio. (continua...)

Eu quero um amor a sério. Quem não quer, afinal? Daqueles que tiram o fôlego num só beijo. Daqueles que nos fazem sorrir até as bochechas doerem. Quero que a tua mão segure a minha enquanto tudo permanecer eterno. Que o amor seja tão grande que não caiba em nós. Quero sentir-me menina ao olhar para ti e mulher quando estou contigo. Quero noites de prazer e outras tantas de emoção. Passeios à beira-mar. Mantas, filmes e pipocas. (continua...)

Esta é a sua história. Dois corações que batem um pelo outro. Duas almas que se consomem mutuamente. Duas mentes que começaram por se conhecer. Dois corpos que, no fim, já se sabiam de cor.

Ela não precisava de muito para ser feliz. Bastava-lhe o conforto eterno de um abraço para sempre. Contudo, este insistia em não chegar. Ele não precisava de muito para ser feliz. Bastava-lhe a vontade eterna de um sorriso para sempre. Mas ela não retribuía. Eles precisavam-se e nem sabiam. Em segredo, ela ambicionava que os seus olhares se cruzassem para deixar escapar um sorriso de exigência, enquanto ele desejava com urgência envolvê-la nos seus braços. Em segredo, amaram-se, sem nunca se terem descoberto.

Podem carregar nos títulos dos textos e ler por completo os que têm continuação. Espero que tenham gostado! ❤️

Também poderás gostar

1 comentários

  1. Meus preferidos dessa lista é Saudade e Segredos, sou melancólica de nascença, tá no sangue rs.
    E esses são os que mais aperta meu coração rs.
    Mas gostei de todos.
    Beijos
    ♥ Te Conto Poesia

    ResponderEliminar

Mais lidos

Facebook

Seguidores

Subscribe