Recomeçar


Em pleno Verão, a temperatura deixava muito a desejar, mas isso não impediu Beatriz de sair de casa. Precisava daqueles momentos sozinha. Com o vento frio soprando forte no seu rosto, desejou que ele a levasse para longe. Não pertencia àquele lugar. Disso tinha a certeza.

Dois anos antes, Beatriz instalara-se na cidade do Porto. Foi por amor que abandonou a sua vida numa pequena aldeia nos arredores de Lisboa, os seus amigos e a sua família. Estava apaixonada. Hoje, não tinha tanta certeza disso.

Tiago fora o homem que lhe roubara o coração. O mesmo coração que partira quando ousou levar a sua mão ao rosto de Beatriz, com toda a força. Foi a primeira vez que lhe bateu.

– Desculpa, Bia! Não sei onde tinha a cabeça!

Nessa noite, Tiago estivera a beber e não foi preciso muito para tomar aquela atitude violenta. Beatriz, ainda atordoada, correu para o quarto e só saiu de lá na manhã seguinte. Foi também a primeira vez que ela o perdoou. Perdeu a conta de todas as vezes que ficou com alguma parte do seu corpo negra, depois de ele ter bebido. O homem por quem se apaixonara já não estava ali. Agora partilhava a sua vida com alguém que nunca conheceu e com quem fez juras de amor eterno.

Enquanto caminhava pelas ruas da cidade, Beatriz pensou nas ironias da vida e em como o amor podia ser traiçoeiro. Queria voltar para os braços de Tiago, o antigo, mas por outro lado todo o seu corpo a comandava para longe dele. Quando deu por si estava junto a uma linha de comboio. Continuava frio e ela não se conseguiu aquecer. No fundo da linha, aproximava-se a toda a velocidade o último comboio do dia com destino a Lisboa. Precisava de tomar a maior decisão da sua vida. 10 metros. 2 metros. E o comboio encontrava-se agora parado diante dela. Era pegar ou largar, porque ela sabia que se não entrasse naquele preciso instante nunca mais teria coragem para reverter a situação. 

Beatriz parecia adormecida pelas memórias que lhe assaltavam a mente. O primeiro toque, o primeiro beijo, a primeira noite de amor e tudo o que viveu nestes últimos dois anos em apenas segundos. Não sabia se estava preparada para desistir de tudo.

Os sons de aviso de que o comboio ia partir acordaram-na e a realidade pontapeou-a tão ou mais forte do que Tiago alguma vez o fizera. Foi assim que, num impulso, Beatriz saltou para dentro da carruagem e, mesmo atrás dela, as portas fecharam-se num movimento possante, fazendo-a estremecer.

Foi nesse momento que a sua vida recomeçou.

****

Tema do projecto Palavra & Foto: Com o vento frio soprando...
Outras participações: Nina! || Quinze Fases

11 comentários:

  1. Chega a um momento em que não podemos aguentar mais. Não podemos permitir que nos magoem dessa forma. Temos que lutar por nós!
    Adorei o texto *.*

    r: Não tens que agradecer, volta sempre que quiseres :)

    ResponderEliminar
  2. Existem momentos que necessitam de forte decisão nossa.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  3. r: É a beleza da interpretação, o perceber como determinadas palavras/frases/textos são vistos pelos olhos dos outros. É tão bom *.*

    Muito obrigada*

    ResponderEliminar
  4. Olá amei seu cantinho!!!!!!!!!!!! Seguindo!!!!!!!!!
    http://gigicandy29.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  5. Ouvi o vento e a música
    Procurando um porto na madrugada
    Ouvi a chegada de um navio
    Julguei sentir uma voz amada
    Uma criança jogando lama ao meio dia
    Embrenhada e perdida na alma
    Com rimas colorindo pálpebras de nostalgia

    Doce beijo

    ResponderEliminar
  6. Que lindo texto, adorei!! A forma como conduziste as palavras me fez viajar hehehe... Muito bom!!
    Beijos
    www.graccimarthins.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  7. Que texto lindo Patrice.
    Você faz parecer tão fácil escrever que dá gosto de te ler.
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. fantástico!
    por vezes é mesmo importante recomeçar!

    bjxxx

    ResponderEliminar
  9. Recomeçar! Certas vezes essa é mesmo a palavra para o primeiro passo para ser feliz! Adorei o texto, revela a realidade de muitas mulheres guerreiras. Parabéns!
    Também estou participando do projeto, se quiser conferir dá uma passadinha lá. Beijos :)

    www.quinzefases.com

    ResponderEliminar