15 de outubro de 2015

Quem sou

Era uma vez uma menina tímida. Patrícia, vinte e dois anos, um metro e cinquenta e oito de altura. Hoje escrevo sobre mim. Quem sou. De onde venho. Para onde quero ir.
Quase licenciada em Matemática Aplicada, divido-me entre números e letras para me completar. Sempre fui uma aluna exemplar, até chegar à faculdade e sentir o sabor da liberdade. Foi também na faculdade que a paixão da escrita se reacendeu, pois refugiei-me nela quando as saudades de casa eram maiores; quando encontrei o amor e ele me fugiu entre as mãos.

Portuguesa. Filha mais velha dos melhores pais do mundo. Mas, sobretudo, menina do papá. Eternamente infeliz pela morte da minha avó guerreira, vítima de cancro da mama. Eternamente grata pela família que tenho, mesmo quando não o demonstro.
Sofro de variações de humor constantes: num momento sou a dona do mundo, no outro estou no fundo do poço. Já tive uma depressão grave. Não gosto de acordar e ter de dar ou receber beijos de bom dia. Não gosto de dar ou receber beijos de boa noite antes de me deitar. Irrito-me com muita facilidade. Sou organizada no meio da minha confusão. Tenho medo de falhar. Sou perfeccionista. Não vivo sem música. Viciada em séries. Adoro beijos na testa.

Romântica incurável, convicta de que é o amor que nos move. Já sofri muito por amor não correspondido. Já sofri muito por amar demais e não amar quem me amava. Demasiado sonhadora quando deveria ter os pés mais assentes na terra. Choro por tudo e por nada. Rio por tudo e por nada. Espero sempre o melhor das pessoas que me rodeiam. Iludo-me muitas vezes.

Patrícia, vinte e dois anos, um metro e cinquenta e oito de altura. Sou muito mais do que aquilo que penso ser. Quero ser muito mais do que aquilo que sou.

ESTE TEXTO FAZ PARTE DA BLOGAGEM COLECTIVA DO GRUPO BLOGS UP.

12 de outubro de 2015

TOP 6 || Séries Favoritas Actuais

Hoje trago-vos um dos temas escolhidos para a Blogagem Colectiva do grupo Blogs que Interagem. O objectivo é partilhar com os leitores, tal como o título desta publicação indica, uma lista das nossas séries favoritas da actualidade. Assim, resolvi, com muito esforço, apresentar-vos o meu TOP 6. E dou ênfase à palavra esforço porque eu sou uma pessoa viciada em séries e eu faria um top com todas elas, mas a lista seria bastante longa, como podem ver aqui, no meu 15 em 2015. Actualmente, estou a seguir 20 séries, fora aquelas que já vi ou que ainda estão em lista de espera! Eu sei o que estão a pensar de mim: L-O-U-C-A! Sem mais demoras...

The Big Bang Theory
Digam o que disserem esta é uma das melhores séries de sempre! Só não digo que é a melhor porque BBT e Friends ocupam o primeiro lugar no meu top de sempre. É simplesmente impossível escolher uma das duas! The Big Bang Theory, ou A Teoria de Big Bang em português, conta a história de quatro cientistas brilhantes e uma aspirante a actriz. Penny, Howard, Raj, Leonard e, principalmente, o louco Sheldon, fazem desta história algo fora de série!

Game of Thrones
Game of Thrones é o tipo de série que eu começo a ver e não consigo parar por nada! Bem, excepto quando termina uma temporada, e aí, a espera parece uma eternidade.
Baseada na saga A Song of Ice and Fire, escrita por George R. R. Martin, é uma das séries televisivas mais vistas em todo o mundo. Uma das principais razões para estar no meu top é a história-base bastante sólida, cheia de enredos e mistérios. Isso aliado a uma lista de bons actores, só podia dar bom resultado!

Once Upon a Time
Para reviver a infância de uma forma adulta. Quem me conhece sabe que sou fã dos filmes da Disney e essa foi a principal razão para começar a ver esta série. Mas agora imaginem que cada personagem está de alguma forma interligada com outra de um filme diferente. OUAT é isso! E muito mais... A cada temporada que passa fico ainda mais fascinada!

The 100
Esta série passasse 97 anos após uma guerra nuclear que dizimou o planeta Terra. Os únicos sobreviventes vivem em estações espaciais em órbita da Terra, conjunto ao qual chamam a Arca. O início da escassez de recursos obriga os comandantes a enviarem 100 jovens delinquentes numa missão para testarem se a superfície da Terra voltou a ser habitável. 
Não ficaram curiosos? Eu fiquei e viciei também! Estamos a viver a era do tema Apocalipse e, para mim, esta série destaca-se de tudo o resto pelos melhores motivos! 

The Vampire Diaries
Comecei a ver TVD a conselho da minha amiga Raquel e confesso que no início estava bastante reticente, porque... Vampiros. Mas digo-vos: quando começam a ver, não conseguem parar! E isso acontece pelo simples facto de que a história, o enredo e as personagens ficam melhores a cada temporada. Foi mesmo uma das séries que mais me surpreendeu pela positiva nos últimos anos, e como tal, aconselho completamente! 

How To Get Away With Murder
Desde o primeiro episódio que fiquei cativada pela poderosa Annalise, a personagem principal desta série. Advogada brilhante e professora na Universidade de Middleton, na Filadélfia, escolhe 5 dos seus alunos para trabalharem no seu escritório. Ninguém imagina a avalanche de emoções e mistérios que isso implica. Cada episódio é dedicado a pequenos casos, mas ao longo das temporadas existe um crime principal que se vai desenrolando ao longo das mesmas. Não duvidem: esta série é mesmo de topo!


Como vocês puderam constatar, eu não sou pessoa de um tipo de série só. Este meu TOP 6 está repleto de diferentes géneros, desde comédia a fantasia, passando pela ficção científica e outros. Esta selecção, tal como está, não foi propositada, mas veio mesmo a calhar, pois alguns de vocês poderiam não se identificar tanto com alguns temas.
Quais destas séries vêm? E quais ficaram com vontade de ver? Quero saber tudo e espero que tenham gostado!

10 de outubro de 2015

Primavera

Era ele. Parecia ainda mais bonito e tinha definitivamente o cabelo mais curto, mas era ele. Fiquei surpreendida. Não o esperava ali, naquele momento, mas já só conseguia pensar em abraçá-lo.
Dizem que o amor se vai desvanecendo com o tempo e a distância. Então que raio de amor é este que me reacende sempre que apareces? Só o vi três vezes na minha vida, incluindo hoje, e já o amo como se não fosse amar mais ninguém na vida. Que raio de amor é este que me faz amar alguém que não conheço, mas com quem quero passar o resto dos meus dias?

Nessa tarde, o sol reapareceu por entre as nuvens altas e tive a melhor ideia que alguma vez me podia ter passado pela cabeça. Peguei na minha mala, no livro que comecei a ler no dia anterior e saí de casa.

Se me contassem o que acabou por acontecer, eu não acreditaria.

Meia hora depois de me ter sentado no banco de jardim banhado pela maior sombra do parque, já estava noutro mundo. Página após página, palavra após palavra, lá ia sendo transportada para um mundo que não o meu, uma vida que não a minha. Até que alguém me despertou.

- Gosto muito desse autor. Tem obras lindíssimas.

Era ele. Parecia ainda mais bonito e tinha definitivamente o cabelo mais curto, mas era ele. Corei. Ia jurar que ele tinha percebido o quanto eu o amava. Ia jurar que ele me tinha achado louca. Mas ele estendeu a mão.

- Tiago.

E eu estendi a minha.

- Maria.

Estávamos na Primavera. Sabia-o, não porque as flores nasciam nos jardins do parque onde nos conhecemos pela primeira vez, mas porque senti borboletas na barriga.

****

Tema: a Primavera.

4 de outubro de 2015

TAG || Sonhar Nunca É Demais

Fui desafiada pela minha irmã Inês, autora do blog Red Lips, a responder a esta TAG super íntima e inspiradora. Sonhar Nunca é Demais consiste, simplesmente, na partilha dos nossos maiores sonhos. E o que nos move senão isso? Aqui fica o meu Top 3.

1. Escrever um livro
Sempre gostei de escrever e apesar de sentir mais ou menos necessidade de o fazer consoante o meu estado de espírito, a verdade é que é a escrita que me tem acompanhado nestes últimos anos. Escrevo sobretudo sobre mim e tudo o que se passa à minha volta, mas um dos meus sonhos mais antigos é criar e escrever uma história para ser lançada em livro. E que fosse, obviamente, um sucesso!

2. Tirar um ou dois anos da minha vida para conhecer o mundo
Este é um sonho que envolve muito mais do que aquilo que aparenta. É sempre bom desejar conhecer o mundo inteiro, as culturas, os costumes, etc. Mas para isso é preciso haver dinheiro! E, por isso, a par deste sonho, também desejo ter uma carreira e uma vida estável, a todos os níveis.

3. Ser mãe
Este é, sem dúvida alguma, o maior e melhor sonho que quero concretizar na minha vida, porque é o único que me permitirá sentir plenamente realizada enquanto ser humano. Enquanto mulher. Porque acho que não existe nada mais bonito no mundo do que isso!


E agora, vou nomear os seguintes blogues para responderem a esta TAG maravilhosa:

Para realizarem esta TAG só têm de referir o blog que vos nomeou, dizer os vossos sonhos e quem irão nomear.

Espero que tenham gostado!