Querido A.,

A noite já vai longa e com ela vieram as memórias de ti. Pergunto-me se alguma vez irás responder às minhas palavras ou se continuarás a negar a minha existência. Já passaram cinco meses e eu não sei bem o que somos. Nem sei bem se alguma vez fomos


E eu sei que já repeti tudo isto uma e outra vez, mas estou presa no passado, a tentar perceber o que teríamos sido num futuro. Estou agarrada à lembrança do teu toque e ao cheiro da camisola que deixaste em cima da minha cama quando nos despimos nela uma última vez. É ela que visto quando a solidão me veste a alma. E de alguma forma, eu sabia que aquela noite era a nossa despedida. Só não quis acreditar naquele momento. Ainda assim, dei-te o meu coração para de seguida o atirares contra a parede. Não sei quem deve um pedido de desculpas. Tu por me abandonares ou eu por te amar demais. 

Que posso eu fazer? Quando o coração quer, o coração manda. Mas mais do que te amar, neste momento, eu necessito de ti. Apeteces-me. És o que quero. O que mais preciso. Só tu e eu e os nossos corpos.

Para sempre tua.

P.S.: A campanhia tocou agora mesmo. Era bom que fosses tu.

E eras mesmo...


Patrícia Lobo
Romântica incurável, convicta de que é o amor que nos move. Portuguesa. Filha mais velha dos melhores pais do mundo. Mas, sobretudo, menina do papá. Amante de letras e números. Viciada em séries, música e beijos na testa.
Vinte e três anos, um metro e cinquenta e oito de altura. Sou muito mais do que aquilo que penso ser. Quero ser muito mais do que aquilo que sou.

10 comentários:

  1. Há pessoas que nos continuam a ser tudo!

    r: Obrigada*

    ResponderEliminar
  2. quantas vezes a minha campainha tocou, gostava que fosse ele e não era...
    Mas agora passados dois anos... Ainda bem que não era! :)


    http://recuso-meaafundar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. r: e ainda bem, por vezes!
    na altura não compreendemos mas depois passado uns tempos vemos que foi o melhor para nós :)

    http://recuso-meaafundar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Vi o teu blog e não podia acreditar. Como é possível ter um nome de um blog tão lindo: "Amor somos nós" !
    Amei demais este nome, que ideia incrível, que verdade incrível ! Obrigada por nos lembrares disso.
    bJIHNOS

    http://biatrisilva.wix.com/tendenciatheblog

    ResponderEliminar
  5. A campainha tornou-se música para o coração com essa coincidência mesmo a calhar :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. este texto tem uma particularidade que eu gosto imenso ou seja o conteúdo que as tuas palavras me transmitem.
    estou a seguir-te, acho que vou adorar ler mais.

    beijinho, love inês

    http://minhaloucatensao.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Adorei o teu texto.
    Que haja sempre coincidências felizes :)

    ResponderEliminar