5 de maio de 2017

Momento

Foi química. Foi o que lhe quiserem chamar. Foi simplesmente o que aconteceu em nós.
De estranhos, passámos a ver-nos todos os dias. E todos os dias dávamos um pouco mais de nós a cada um. E todos os dias sentíamos um pouco mais. Mais necessidade. Mais urgência. Mais vontade.
De estranhos, passámos ao primeiro toque. E do primeiro toque, passámos ao primeiro beijo.
Eu não sei quanto a ele, mas eu senti certeza. Certeza de que ainda existem pessoas capazes de nos fazer verdadeiramente felizes, só pelo simples facto de serem elas próprias. Apenas pelo sorriso ou as palavras certas.
Talvez seja este o momento certo também. O momento em que entendo o porquê de tudo ter dado errado até hoje. E nada me faz mais feliz, neste momento. Nem ninguém. Porque hoje, és só tu.

Sem comentários:

Enviar um comentário